ViajanteLúdico Navegante, dão nome a algumas de suas músicas, mas bem podiam ser também um prenúncio do que viria a se tornar a trajetória musical desse artista da moderna música brasileira.

Cantor e compositor, o paulistano de 35 anos traz na bagagem quatro discos autorais lançados no Brasil, América Latina e Ásia, uma indicação ao maior prêmio da música argentina (Prêmios Gardel), concertos para milhares de pessoas na Coréia do Sul, além de parcerias com grandes nomes da música como Leny Andrade e Fito Páez.

PREPARANDO UM NOVO ÁLBUM

Nos últimos três anos, Fabio tem se dedicado a um projeto musical em parceria com o pianista argentino Hernan Jacinto.

Juntos gravaram dois álbuns autorais Acto 1 (2015) e Acto 2 (2017), e percorreram toda a Argentina, contabilizando dezenas de shows em aclamados festivais de jazz e grandes salas de concerto, com ampla difusão da imprensa especializada.

Após alguns anos sem novidades em sua carreira solo, o artista planeja lançar uma série de novas canções.

"Foi um longo e lindo percurso até aqui. Onze anos, quatro álbuns lançados.  Agora é hora de marcar um novo início para os próximos onze anos." - comenta o artista.

HISTÓRIA

Sua trajetória tem início aos 13 anos de idade, quando integrava uma orquestra de violões do estado de São Paulo, com repertório erudito.

Alguns anos mais tarde, graduado em música popular e tendo a oportunidade de estudar com Toninho HortaEduardo Gudin e Ian Guest, Cadore grava seu primeiro álbum autoral Lúdico Navegante, 2008.
 

Logo, seu talento começa a ser reconhecido também no exterior, quando foi convidado a cantar no álbum do compositor espanhol Kepa Junkera, em Euskara, idioma basco. Depois, participa do álbum do pianista dinamarquês Steen Rasmussen, considerado um dos melhores lançamentos de 2011, na Escandinávia.

Paralelamente, já em 2009, o compositor inicia uma série de viagens pela América Latina, tocando em importantes festivais e espaços culturais, assim como na Ásia, através da parceria musical com o compositor sul-coreano JungBum Kim, com quem excursiona por toda a Coréia do Sul, nos anos de 2012 e 2013.

A experiência de se conectar com músicos de outras partes do mundo fez nascer seu segundo álbum Instante. O trabalho lançado em 2012, simultaneamente no Brasil, Coréia do Sul e Japão, trouxe a canção Viajante, vencedora do Troféu Cata-Vento 2012 (idealizado pelo célebre produtor musical Solano Ribeiro).

Fabio Cadore Oficial © 2019. Todos os direitos reservados.